Dicas

Namoro Veg (?)

Procura-se uma pessoa bacana, divertida, extrovertida, comunicativa, honesta, criativa, companheira, carinhosa, compreensiva, bonita, boa de cama, não machista, não racista, não coxinha, não homofóbica E vegan.

Se existir isso tudo em uma pessoa só, compartilha essa fonte que eu também quero.

Mas precisa mesmo ser assim?
Não dá para duas pessoas com hábitos alimentares e filosofias de vida diferentes manterem amizades ou relacionamentos saudáveis?
Preciso mesmo que meus relacionamentos sejam somente com vegs?
Preciso que o outro seja igual a mim?

Se você respondeu NÃO para todas essas perguntas, você acertou.

Vejo muitas pessoas recém vegetarianas reclamando de seus atuais namorads, maridos (geralmente homens são mais resistentes ao veganismo mesmo) sobre como é difícil lidar com a situação de um ser veg e o outro não. E muitos inclusive questionam e perguntam, pedem conselhos se terminar seria a solução. Será que seria? Vamos pensar um pouco.

Você, por motivos xyz, resolveu se desconstruir e se tornar veg. Ótimo. Lindo. Parabéns.
Você comenta essa decisão com o bofe ou a mina na esperança e empolgação de que o outro também vá aderir e se empolgar da mesma forma para te apoiar. A reação é positiva? Todos felizes!
Mas, se a reação é diferente do que você esperava, você se frusta porque o outro não quer ou não está pronto para te acompanhar nessa jornada. Vale a pena terminar?

No meu ponto de vista, só vale a pena terminar se a pessoa for inflexível, causar na hora de comer fora, fizer piadas sobre as suas escolhas. Aí não é nem questão de ser veg ou não, é questão de falta de compreensão, respeito e apoio. Aí não há amor que segure mesmo.

O contrário também é válido. Existem muitas pessoas que comentam sobre como o outro ajuda e faz comida para agradar, mesmo não sendo veg. Namorads, vocês estão fazendo isso super certo!

Cada pessoa tem um tempo, histórias de vida diferentes, desconstruir é um processo que leva tempo e esforço, não é simplesmente forçar uma pessoa a seguir uma coisa só porque você está na pegada daquilo. Não funciona assim. É uma via de mão dupla. Talvez, a abordagem esteja sendo agressiva de ambas as partes.

Vou contar duas experiências que tive com relacionamentos veg-nãoveg.

A 1a. foi com um peguete que estava rolando e tal… bacana… mas ele era bem inflexível para comer e era bem complicado. Moiou a pegação. Depois de alguns anos, ele me contou que queria ajuda para se tornar vegetariano e está firme na luta até agora. (Curtiu)

A 2o. começou a desenrolar, ficou, rolou um namorico. Mas, ser vegetariano estava fora de questão. Acabou? Sim. Mas não por isso.

Entende o que eu quero dizer?

Quando você está com uma pessoa que respeita, entende e te aceita, você não precisa enfiar o veganismo goela abaixo. A coisa vem com o tempo naturalmente. A pessoa descobre que é possível, que não vai morrer, que você não precisa ficar fiscalizando o prato alheio sendo a/o chata/o do rolê, a pessoa vai te acompanhar e aceitar comer uma coisinha aqui ou ali. E tudo bem. Eventualmente vai mudar de ideia, ou não, mas se existe a compreensão e o respeito, SHOW!
Não é chamando a pessoa de carnista e jogando fora tudo o que construíram que vai resolver o seu problema de querer achar alguém veg.

Até porque, já lanço a real… tem muito veg imbecil por aí e o tipo de pessoa descrita no começo deste texto, não existe, mas se achar o cara ou a mina veg perfeita para você, se joga, vai mesmo, torço para que dê super certo e todos sejam felizes.

Mas agradeça, porque não está fácil para ninguém. 😀

😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s