Dicas

A Problemática dos Diários Alimentares

Ontem eu postei um texto que falava sobre a organização da despensa e a última dica que dei foi o planejamento semanal de alimentação. Esse planejamento serve como um guia para você não precisar sair correndo para o supermercado 1) porque esqueceu de comprar um ingrediente 2) pensar demais sobre o que comer no dia seguinte e acabar comendo qualquer porcaria na cantina da escola ou no trabalho ou 3) porque a fome bateu e você não tinha nada interessante para comer.
Ele também serve para visualizar se a alimentação está ou não saudável e o que você pode fazer para melhorar.

Os Diários Alimentares ou Food trackers são aplicativos ou sites que permitem que você registre todos os alimentos e quantidades que consumiu no dia (inclusive registar o do próximo dia) e analise se foi adequada ou não.
Esses apps e sites são muito úteis se o seu objetivo é perder peso pois fica mais claro identificar qual grupo de alimentos você está consumindo mais. Alguns sites recomendam até receitas de acordo com o seu perfil.

livestrong_myplate_iphone_screens
Porém, o maior problema que encontro nesses aplicativos e sites é que ele restringe a alimentação do usuário se ela não seguir uma dieta onívora ou 100% vegana não industrializada; primeiro porque em sites americanos os produtos não são os mesmos que os do Brasil e nos sites brasileiros, os produtos cadastrados não são tão específicos como os industrializados veganos. Em segundo lugar, entra a questão de o próprio usuário não conseguir se identificar com a quantidade de calorias ingeridas porque os produtos similares são diferentes dos que consumimos na realidade.

Uma alternativa que os sites e aplicativos sugerem é que o próprio usuário cadastre o produto que consumiu colocando os valores nutricionais, porções e quantidade consumida e que talvez o usuário não esteja familiarizado com a leitura das embalagens e cálculos a serem feitos.

Por exemplo, hoje, no café da manhã, eu me alimentei com produtos orgânicos, sendo um deles água de coco de caixinha da Native de 330ml. Utilizando um site brasileiro para registrar meu café da manhã, o site constava apenas o item “água de coco” e que continha 44kcal em 200ml mas de uma forma bem genérica e não informava se era água da fruta ou da caixinha. Na embalagem da Native 200ml equivalem a 32kcal, mas eu tomei 330ml.

Por mais que eu aumentasse a quantidade de produto “água de coco” no site, as calorias aumentavam exponencialmente e eu não conseguia mudar as informações de kcal proporcionalmente a quantidade ingerida. Eu precisaria fazer a conta de quantas kcals equivalem 330ml e anotar em outro lugar.

Essas contas proporcionais de valores nutricionais eu aprendi a fazer na faculdade mas, se o público alvo do site são todos os grupos de pessoas interessados em uma alimentação saudável, acredito que seja desestimulante para o usuário (que não tem esse conhecimento de como fazer as contas) ter de cadastrar todas essas informações, fazer contas sobre quantidades adequadas de valores nutricionais para as quantidades consumidas, registrar essas kcals em outro lugar e ainda se manter firme registrando todas as refeições durante a reeducação.

Seria legal se esses aplicativos tivessem um scanner que você pudesse focalizar com o celular os valores nutricionais da embalagem e ele automaticamente cadastrar o produto, marca, informações nutricionais e possibilite o aumento de quantidade com cálculo automático de valores.


#FICA A DICA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s